terça-feira, julho 08, 2008

ELEITORAIS

SAIDEIRA
Alguém sabe quando a campanha eleitoral começa em Blumenau? Ela está liberada, mas até agora nada.

5 comentários:

MineiroBNUSC disse...

Vejam vocês alguns aspectos interessantes:

O vice do Kleinübing, Rufinus Seibt, votou a favor do aumento de salário dos vereadores; dá para confiar nesta coligação?

O vereador Jovino Cardoso Neto se queixou do salário de vereador, mas é candidato a reeleição.

Tudo a mesma coisa!!!

O Ivan Naatz é até bem intencionado, mas na eleição passada ele lançou a candidatura na Praça dos Estudantes soltando foguetes e com um som estridente; mais espantou eleitores que atraiu. Espero tenha amadurecido... é uma boa alternativa à mesmice.

Vamos ver no que dará!

estou falando! disse...

Semana que vem tem debate na Rádio Nereu segunda feira é João P K, terça é Décio N L, Quarta feira Ivan N, Quinta feira Dari D, e Sexta feira o folclórico José O.


estou falando!

Jefferson Forest disse...

pois é Alexandre o problema é a legislação eleitoral que amarra a campanha!!!
pena pois o povo esta a espera das propostas e dos candidatos!!!
abraços

Osní Vagner disse...

Que tal fazer igual a Rádio Nereu, e fazer uma entrevista com os cinco prefeitáveis?

Reservando espaço igual para todos os candidatos, texto, foto etc. conforme manda a lei.

Lei se cumpre!

Os sábios obedecem a LEI, só os tolos os que acharem que podem burlar as regras.

Osní Vagner disse...

Primeiro que vamos ter segundo turno. Nenhum dos dois candidatos dos centrões de Décio NL e João PK vai atingir mais de 50% dos votos no primeiro turno.

Segundo ponto é que o fato de ter segundo turno propicia o fortalecimento dos candidatos novos. Isto favorece Ivan Naatz e Dari Diehl para subirem nas pesquisas, já que são os únicos que tem além de Candidaturas a Majoritária e proporcional.

Não se podem menosprezar os candidatos a vereador dependem do comportamento deles resultará a decisão da escolha do novo prefeito.

Outra questão é o desempenho de cada candidato é um diferencial que conduz a eleição para o crescimento e declínio conforme as noticias e pronunciamentos.