quinta-feira, agosto 28, 2008

ELEITORAIS TELEVISIVAS


VICES NA TELA
Já foram quatro dias de espaço eleitoral na TV (majoritárias) e as únicas candidaturas que deixaram claro quem são seus vices foram as de Dari Diehl e Ivan Naatz. A Coligação Salve Blumenau, diga-se de passagem, explorou a participação de Ângelo Roncáglio (PPS) falando no primeiro programa, passando a imagem de que ele e Naatz vão governar juntos, caso eleitos.

AUSENTES
Para dizer que os marqueteiros da campanha de João Paulo não “esqueceram” do vice, ele participou daquele programa onde João Paulo estava “em família”, o primeiro. Fora isto ninguém sabe que Rufinus Seibt é seu candidato à vice. Já a Coligação de Décio Lima abstraiu que tem candidato a vice. O pedetista ainda não deu ar da graça.

AJUDA?
Candidato a vice ajuda quando é bom de voto, mas se o “prefeiturável” não for aí não tem jeito. Lembro de 1996, quando Cezar Cim foi companheiro de chapa de Dalírio Beber, mas não conseguiu fazer a campanha do tucano decolar. Em 1997 e 2000 Décio não precisou do vice Inácio Mafra para se eleger.

OS COMPANHEIROS DE CHAPA
Rufinus Seibt deu uma cara mais popular à candidatura de João Paulo e os marqueteiros deveriam explorar mais isto na televisão. A mesma coisa digo com relação ao Ângelo Roncáglio, apesar da imagem de Naatz não ser elitista. Mas o vereador do PPS gosta de chutar a canela e com seu estilo ousado pode impulsionar a candidatura “verde”. Já que falei elitista logo ali atrás, é esta imagem que passa Amauri Cadore, vice de Décio. Não sei como os estrategistas da campanha petista vão explorar a presença dele na televisão. Se é que vão.

Um comentário:

ARTILHEIRO disse...

Rufinus Seibt votou a favor do aumento de salário dos vereadores. Não é confiável, se o JPK se afastar, por qualquer motivo, este sujeito poderia sancionar o aumento, caso os vereadores proponham. Não é confiável e JPK perde votos por isso. Quem decidirá a eleição é o Ivan Natz, o seu apoio ao candidato no 2o. turno será decisivo.