quarta-feira, outubro 22, 2008

POLÍTICA

AUSÊNCIA
O governador Luis Henrique da Silveira cancelou a visita que faria nessa quarta-feira à Blumenau. Mas quem pensa que ele viria para Oktober, engana-se. LHS prestigiaria o jantar para arrecadação de fundos para a campanha de João Paulo Kleinübing, que vai acontecer no hotel Viena. A informação é que o jantar custa R$ 1.000 por cabeça.

REFORÇO CAIXA
O evento iria acontecer originalmente na segunda-feira, dia 27, mas foi antecipado por causa da agenda do governador, o que frustrou os organizadores. A expectativa é que entre 200 e 250 pessoas participem da janta, o que daria uma arrecadação mínima de R$ 200 mil. Um bom fôlego para acertar as contas de campanha.

FESTA
O jantar vai terminar no camarote da Prefeitura na Vila Germânica. Lideranças políticas estaduais que virão prestigiar o evento já estão com "pé que é um leque".

22 comentários:

Anônimo disse...

"O jantar vai terminar no camarote da Prefeitura na Vila Germânica."

Epa epa, pode isso? Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.

Jantar para arrecadação de fundos da campanha não deveria ser misturada com o camarote da prefeitura, passa a imagem de que no final das contas para compensar o valor exorbitante do jantar então ganha-se de brinde "boca e bebida livre" no camarote... não acho uma atitude legal.

Anônimo disse...

É política "suja", não podia se esperar algo diferente. A imprensa devia "pegar no pé".

Anônimo disse...

Puxa, gostaria de saber o nome das pessoas que irão desembolsar tamanha conta para um jantar. Depois a receita federal devia fazer uma auditoria pra ver qto ganha um cidadão que paga um valor destes, não é qualquer um que pode pagar 1000 reais para um jantar, o cidadão de ganhar muito bem.

Anônimo disse...

É, não é qualquer um que consegue 200 pessoas que pagam mil reais por um jantar.
Quantos favores depois terão que ser concedidos?
Dá pra ver que político é tudo igual mesmo.

Anônimo disse...

Tudo igual, só não enxerga que não quer, sou obrigado a ir na urna, votar não.

Anônimo disse...

Passei em frente ao viena, agora a pouco, realmente o estacionamento estava lotado, não sei eram turistas ou se eram os dinheirudos, um bom local para os assaltantes hehe..

Anônimo disse...

nossa, como tem anônimo "macho"


já falei antes: tá na hora de acabar com esse negócio de anônimos

Ivan disse...

Festa de Nazistas! Eles pagam com o dinheiro dos bobos!

Anônimo disse...

Opa, temos uma anônima fêmea, eba até que enfim... ou será que é uma biba ahahahahahahah

João disse...

Até agora nos 7 comentários dos anônimos, não vi nenhuma ofensa. Qual o problema de ser anônimo? Mas já que vc faz questão que não se use o anônimo, então segue o comentário com o nome.

Mário de Angelin disse...

É o agradecimento aos 110 mil votos, um jantar fechado, pouco divulgado, para a "nata", p/ a elite, é jantar para a minoria que detém o poder.
Por outro lado, pedir favor para essa gente não é de graça, ficou com o "rabo preso".

Anônimo disse...

Tomara que isso ajude a pagar as contas da campanha e que as multas municipais, deixem de serem pagas direto na conta bancária de a uma emissora de televisão e vontem a ser recolhidas aos cofres públicos.

Anônimo disse...

Ele bem que podia mandar fazer um bandeijão na VILA GERMANICA pro pessoal q rala! Lá estavam os manda-chuvas da ACIB, Blucredi, SINTEX os Alcântaros e Ulrichs da vida. É isso, votam os bobalhões para os ricos se esfalfarem. Quem não entendeu, favor consultar um ESPELHO. Boa noite.

Anônimo disse...

Ao anônimo que disse que a imprensa deveria pegar no pé... vai um recado... vc tá ficando louco? Capaz que a imprensa vai pegar no pé... eles já receberam um $$$$....
Ou vc esqueceu que o Alexandre José trabalhou na campanha do JPK em 2004 (efetivamente) e nessa última (camuflado)...

José disse...

Nossa, vi quase 100% de comentários desancando a atitude do Demo, mas é uma pena que na eleição apenas 35% se manifestaram contra ele.

Logo, se o cidadão consegue 65% dos votos, tem moral pra fazer o que bem entender, pois foi o povo que o elegeu.

Agora, se o povo tem inteligencia suficiente pra torcar o voto por um agrado, ou porque o patrão mandou, bem só me resta dizer que a fabrica de cangalha não pode fechar, pois sempre haverá um burro para usar.

Anônimo disse...

Meu voto foi pro Décio e tem gente aqui que tem vergonha de assumir e fica falando que votou no Naatz. Minha consciência está tranquila, porque achei que o Décio pelo menos TRABALHA e esse outro ai só fica falando que a cidade tá bonita. Não sei se alguém aqui notou que a musiquinha de fundo quando a Carol aparece falando no programa do AMIN (TVBV) é aquela xaropada que tocou até gastar aqui, dizendo "que acidade tá bunita, tá bem cuidada..." owrra, meu! Até lá??

Anônimo disse...

Pôxa. Quem sabe com este dinheiro eles consigam minimizar o "pequeno rombo" de R$ 36 milhões nos cofres da Prefeitura. Quem sabe R$ 200 mil o caixa da prefeitura não tenha "emprestado"esse valorzinho de R$ 200 mil e agora, antes do TCE que nada vai fazer porque o WWDALL está lá possa pegar no pé.

Glayton Robert disse...

E isso é só o começo. Com uma maioria de quase 80% na Câmara de Vereadores será precisao muit fiscalização para que esta administração não caia na tentação de passar dos limites.
Quanto ao jantar, acho normal este tipo de evento, afinal, todos sabem que o custo de uma campanha é altíssimo e que não é pago à vista e no fim das contas, quem quer dar o seu dinheiro que dê, afinal tem muita gente com grana nesta cidade... No que diz respeito à utilização do camarote, Isso sim pode ser criticado.

Jonas Wurth disse...

Realmente seria normal este tipo de evento se fosse feito em outra época fora da oktoberfest. Entendo que o que disse Mário de Angelin, "pedir favor para essa gente" é no mínimo se comprometer incondicionalmente com as idéias deles, tá certo que para essa gente 1000 reais num jantar é como se nós comprassemos um chicletes, no entanto fica o "favor" pendente.

Teles disse...

Aos que defendem o JPK e sua equipe com unhas e dentes, realmente o 65% é de se dar os parabéns. Vcs buscaram defender seus interesses estão certos, precisam comer durante o mês.
Só não estão de parabéns pela forma que foi atindigo esse percentual, quais seja: pagando, prometendo objetos materiais, mentindo, pagando a imprensa...
Não consigo de nenhuma forma concordar que há motivo de tanto orgulho quanto ao 65%. A minha falta de credibilidade é porque não visualizo nem sequer 5, digo novamente 5, 5 obras que a atual administração tenha feito inteiramente que beneficiasse toda a população do início ao fim. Não venham dizer, os que defendem o JPK que ele fez o HSA, policlinica, parque, proeb, porq na real vcs estarão mentindo.
As obras que ele começou no inicio da campanha, estão paradas, asfastos feitos pela metade e quem quiser ver vá no Garcia, no morro do Centenário, vão ver que é verdade.
Nunca vi em nenhum posto de saúde infermeiros mandarem paciente para casa tomar chá de chuchu porque não tem médico e remédio. Isso aconteceu a um mês atras.
Olha, problemas sempre existirão em todas as administrações, mas gente me desculpem essa tem mtas coisas irregulares, por isso não se orgulhem tanto assim.
Funcionários fantasmas, corte de verba para estudo dos funcionários (provavel para pagar cargo comissionado), merenda tercerizada (desviu de dinheiro na certa)... en
A realidade vivida em BLumenau não é o que vcs fantasiaram em suas cabeças, Blumenau tem mtos problemas que atual administração esqueceu e não se importa nem um pouco.
Vamos esperar mesmo que esse valor do jantar pague as despesas de vcs que estão defendendo o JPK, só que não esqueçam não é motivo de tanto orgulho assim.
Se sobrar dinheiro por favor falem para o JPK terminar de asfaltar o morro do centenário, porque está horrível... a madar remédio para o posto de saúde, principalmente no do Canto do Rio, porque é mto constrangedor tomar chá de chuchu.

Anônimo disse...

Chego a conclusão que o povo precisa urgentemente se politizar e aprender a votar. Uma outra conclusão é de que a imprensa nacional precisa se desgarrar desta gente na época de elições e orientar o povo sem medo algum, a final o povo é quem lhe dá audiência.O Brasil deve passar por um procesos de reforma geral política, onde os profissionais que lá estão, cedam lugar a quem realmente tem ideologia, parar com a barganha é necesário, chega de pagar a conta de tantos malucos brigando pelo poder simplesmente. " A IMPRENSA PRECISA AJUDAR O POVO E SE DESGARRAR DESTA GENTE".

Anônimo disse...

Falou tudo anônimo...
A impressa precisa ser sincera acima de tudo, e não manipuladora como tem sido.
Precisa demostrar o que realmente acontece.