segunda-feira, outubro 20, 2008

POSIÇÃO POLÊMICA

OKTOBERFEST DO LEITOR

Para polemizar, pois acho que o assunto rende, e como ficará perdido na seção de comentários, reproduzo uma postagem do leitor que se identifica como Glayton Robert. Ele fala sobre a Oktoberfest:

Peço que me perdoem pelo comentário fora do tópico postado, mas quero demonstrar a minha indignação com o que tenho percebido na Oktoberfest. Adolescentes menores de idade protagonizando cenas deprimíveis de embriaguês e de entorpecimento pela maconha que rola solta sem qualquer repressão. Não há a cobrança do documento de identidade nas portarias da festa ou mesmo nos caixas que vendem os tickets do chopp como prevê a legislação e o pior: não há um só conselheiro tutelar se manifestando quanto ao caso. Sei que esta minha opinião é polêmica, mas acredito que a Oktoberfest já deu o que tinha que dar. Já cumpriu o seu papel inicial de salvaguardar a cidade dos prejuízos da enchente e já destacou a cidade por todo o país. Hoje ela só serve para trazer turistas beberrões para a cidade que, ao final, fica um lixo. Há, além disso, o aumento da criminalidade seja pelas brigas provocadas por aqueles que pensam que podem mexer com a mulher dos outros, seja pelo aumento dos furtos que ocorrem durante a festa.Acredito que Blumenau precise criar novos atrativos turísticos para que não nos tornemos reféns da Oktoberfest. E, antes que digam que este é o pensamento xenófobo de algum blumenauense típico, supostamente descendente de alemão, digo que eu nem sou natural de Blumenau, apenas adotei esta cidade e faço questão de tentar manter a qualidade de vida que me trouxe até aqui. É isso!

35 comentários:

Anônimo disse...

Concordo com você Glayton Robert plenamente.

Frida de Curitiba disse...

Também escolhi Blumenau pela qualidade de vida e tenho o mesmo sentimento em relação a festa ultimamente...

Juliano Russi disse...

Achei excelente o comentário desse cidadão. Concordo totalmente com ele.

Anônimo disse...

Claro que os interessados na política e nos negócios vão negar cada um dos itens, e terão mais esplicações e desculpas. Concordo em tudo com a postagem do comentário. Foi escrito com a conciência e com o coração. Pqarabéns pela visõa e pela coregame de colocar o "dedo na ferida". ode ter certeza de que todos os interssados vão ler e reler, e nenhum terá coragem de comentar.

Jefferson.L disse...

Assino embaixo!

Anônimo disse...

Concordo com quase todo o texto, exceto com o que foi dito abaixo:

"... Já cumpriu o seu papel inicial de salvaguardar a cidade dos prejuízos da enchente e já destacou a cidade por todo o país. Hoje ela só serve para trazer turistas beberrões para a cidade..."

Anônimo disse...

No sábado faltou até água na Oktoberfest. Uma vergonha. Desorganização extrema. Pena que arranha também o nome da cidade - e eles dizem que está "forte", kakakaka

Anônimo disse...

Aos críticos da oktoberfest lanço um desafio: façam como eu, fiquem em casa !!!

Anônimo disse...

Tá certo, concordo com o tema, foi muito bom levantar a questão.
O que adianta divulgar e se vangloriar que o primeiro final de semana teve 170 mil visitantes, quantidade não é qualidade.
Acho que todos pensamos que é bom sim a continuidade da festa, que venham os turistas que estão dispostos a gastar, mas não aqueles que pensam que aqui é terra de ninguém e que podem tudo e que nada é feito.
No jornal do almoço deste sábado divulgaram que a ocupação dos hoteis neste final de semana estava em 100%, isso é muito bom pra cidade, imaginem quanto estes turistas não gastaram na cidade? Agora, será que o turista que vem pra Blumenau, que se hospeda em hotel e que tem dinheiro para gastar, se for importudado por aqueles que acham que podem fazer o quem bem quizerem, será que vai retornar?
Quanto a questão de se embriagar acho que cada um sabe de si, drogar deveria ser reprimido (será que alguém está fechando os olhos?), mas o que é inadmissível são alguns tantos elementos que vem para a festa com o propósito de "avacalhar" ficar importunando as pessoas de bem.
Bom, já que queremos a festa, acho que também temos que ter um reforço no efetivo de policiais, quem sabe contratar seguranças privados, aumentar o rigor e descer o "cacete" nos maus elementos. Quero quantas vezes os "avacalhadores" virão pra Blumenau se achar os donos do pedaço.
O problema é que a imagem da festa é esta, infelizmente. Mas querendo é possível transformar esta imagem é só ter boa vontade.

oktoberfesteiro esporádico disse...

Uma pergunta e uma afirmação: 1) Cadê os pais desses jovens que supostamente bebem e fumam neste período? 2) A festa nunca esteve tão família.

Anônimo disse...

Mentira... de família não tem nada e o pior para quem mora próximo como eu moro a oktober realmente nestes últimos anos , além de deixar a desejar, é uma falta de organização! Foi-se o tempo que era uma festa da família

Anônimo disse...

Parabens pela postagem.
Ouvindo o Ronco estes dias, ele disse sem economizar palavras que vinha pra cá beber e fazer xixi, olha a imagem de quem está de fora, é bem isto mesmo. Cade a polícia, cade todo mundo nesta hora, interesse obcuros e maneira ridícula de divulgar a cidade. Tá cheio de policial no celular namorando, político comemorando e assim vai, defenda-se que puder, eles não estão nem aí.

Anônimo disse...

Melhor era como antigamente, que a entrada custava 5 reais e ainda tinha domingo livre ... e de quebra só tinha kaiser para beber ...


Isso sim que era festa tinha nivel neh ?

se você não gosta de oktober é simples, não vá!

Anônimo disse...

Prá que reclamar o povo reelegeu quem comanda a cidade e a okctober, o modelo para o turismo de Blumenau foi esmagadoramente aceito por mais de 60% dos votos válidos para JPK, o prefeito reeleito tá cuidando bem da cidade, ela tá limpa, tá tudo ajeitado estes comentários sobre a nossa gloriosa festa que tanto rende dividendos a cidade e aquece a economia deve sim continuar como está...quem sabe daqui há quatro anos revemos nossos conceitos!

Anônimo disse...

perfeito comentário!!!!! o ponto de vista deste turistas de SP,RJ,MG e conheço alguns é:"vamo lá pegar umas gringa e faze a festa"....e assim vem sem respeito algum a nossa cidade..virou festa de beberroes...

Wolf disse...

olha que engraçado a festa é do chopp queria que tivesse que tipo de publico?? Evagelicos ?? ashasuhuasu

Anônimo disse...

falou tudo wolf

Glayton Robert disse...

Em primeiro lugar, agradeço ao alexandre pela postagem do meu recado e pela abertura ao debate de um assunto sabidamente polêmico.
Quero deixar claro que o que escrevi sobre a festa nada tem a ver com os resultados eleitorais obtidos no dia 05 de outubro, acredito que rebaixar o debate a este nível é coisa de quem não tem argumento para apresentar e procura dar outra conotação pra fugir do verdadeiro foco do debate. Fico feliz em contabilizar, até este momento, 17 recados sobre o assunto sendo que, destes, 10 são favoráveis, ainda que parcialmente, ao meu ponto de vista. Isso, no meu entender, demonstra que as pessoas que participam deste fórum (e que no meu entender são formadoras de opinião) realmente acreditam que a festa está, no mínimo, desvirtuada. É claro que no momento em que postei a minha opinião imaginei que sofreria muitos ataques (na verdade, para minha felicidade, foram bem menos do que imaginei), mas me assentar sobre a opinião conformista de que o público de terceira categoria, a sujeira e o aumento da criminalidade na cidade são o preço a se pagar pela receita que a festa gera, isso para mim é inadimissível.
Quanto àqueles que sugerem que quem não gosta da festa simplesmente não vá, apenas tenho a dizer uma coisa: vocês deveriam ter mais argumentos para entrar numa discussão, ainda mais num espaço tão sério quanto este. Se não têm o que falar, observem as discussões e contentem-se em apenas reproduzí-las ou criticá-las nas rodinhas de amigos bêbados nos pavilhões da Oktoberfest.

Glayton Robert disse...

Apenas para complementar, não vi nenhum dos (sete em dezessete) críticos à minha posição rebater as críticas feitas quanto a infração ao Estatuto da Criança e do Adolescente, quanto ao notório aumento da criminalidade ou quanto à desordem e à sujeira que os turistas mal educados deixam em nossa cidade.
O único a defender a festa com argumentos foi um dos anônimos, a quem parabenizo, que levantou críticas e defendeu a adoção de medidas com argumentos bem fundamentados. Isso sim é o bom debate.

fabioricardo disse...

Sou um visitante costumaz da Oktoberfest. Afinal de contas, tenho 25 anos e estou exatamente na idade boa para se festar, rever amigos que acabamos não encontrando durante todo o ano, mas que sempre vemos nos pavilhões.
Na quarta-feira fui com meus pais, já com 60 anos, na festa. Fomos jantar, pelas 21h, e ficamos até por volta da meia noite, curtindo tranquilos e apreciando tanto a música, quanto as pessoas vestidas em trajes típicos, quanto a animação geral dos foliões que estavam claramente se divertindo.
Pode sim ser uma festa "família" sem maiores problemas. É claro que se você levar sua família num sábado a noite, com 100 mil pessoas, não vai gostar. Deixe os sábados para os foliões que querem mesmo festa, bagunça e barulho, eles também merecem. Aproveitem a semana para curtir com a família.

Quanto às drogas, conheço bem o cheiro de maconha e posso garantir que não senti ele dentro da Vila Germânica nenhuma vez das 5 vezes que fui na festa este ano. Senti lá fora, na frente da feira livre, mas não dentro da Vila Germânica.

E quanto à venda de bebidas alcoólicas para menores, realmente não vi ninguém pedindo carteira de identidade para ninguém. Mas uma amiga minha, de 23 anos, disse que teve que mostrar a carteira de motorista para comprar o tiquete de chope. Ela é baixinha e tem cara de menininha, então enganou o atendente.

Na boa, por mim a Oktoberfest tem inúemros defeitos. Mas não vejo estes citados como o suficiente para se dizer que a festa "já deu o que tinha que dar" ou algo assim.

jc disse...

Festinha ridicula! Em todos os sentidos. Alemoada de estacao nessa cidade...

E se... disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

CONCORDO COM VC GLAYTON...

Anônimo disse...

apoiado!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Parabéns, vc está certíssimo...

Anônimo disse...

E a lei seca???? será q os policiais estão fazendo blitz?? ou será q multar turistas beberrões é proibido durante a festa??? vai q eles n voltam né?!

Anônimo disse...

assino embaixo!!

Anônimo disse...

acho q esta festa já deu...

Anônimo disse...

a cd esquina tem gente bebendo e usando drogas sem nenhum tipo de vergonha na cara...

Anônimo disse...

Copiando e comentando:

"Prá que reclamar o povo reelegeu quem comanda a cidade e a okctober, o modelo para o turismo de Blumenau foi esmagadoramente aceito por mais de 60% dos votos válidos para JPK, o prefeito reeleito tá cuidando bem da cidade, ela tá limpa, tá tudo ajeitado estes comentários sobre a nossa gloriosa festa que tanto rende dividendos a cidade e aquece a economia deve sim continuar como está...quem sabe daqui há quatro anos revemos nossos conceitos!"

Não entendi... na época do Décio não teve Oktoberfest?

Anônimo disse...

Realmente, um absurdo..

Anônimo disse...

É direito seu não gostar e reclamar. Também é direito seu não ir à festa, e até mesmo é seu direito proibir seus filhos de irem. Não estou vendo ninguém sendo forçado a participar. Agora experimente explicar seu ponto de vista às 4 mil pessoas que conseguiram um emprego por causa da festa e pergunte o que elas acham. É direito seu também pagar o salário delas, se achar melhor. Às vezes há coisas além do redor de nossos próprios umbigos.

Anônimo disse...

Ah, esquecesse, estamos sendo forçados sim a participar da festa quando temos circular pela cidade, Rua XV, 7 de Setembro, Humberto de Campos, terminal Proeb, não tem como não nos envolvermos com a festa, o que acho é precisa impor respeito.

Glayton Robert disse...

"Agora experimente explicar seu ponto de vista às 4 mil pessoas que conseguiram um emprego por causa da festa e pergunte o que elas acham. É direito seu também pagar o salário delas, se achar melhor".

Este tipo de argumento é o mesmo utilizado por quem diz que a pirataria não pode ser combatida porque acabaria com o emprego dos ambulantes ou então que o trabalho extra de policiais como seguranças particulares (o que é proibido por lei) se justifica devido aos seus baixos salários. Se assim fosse, poderíamos jogar bastante lixo nas ruas para garantir os empregos dos varredores, que tal? Isso é um absurdo! Não há como justificar uma crítica com outra crítica nem, tampouco, um erro com outro erro. Para aqueles que qerem defender a permanência da festa, vamos tentar argumentar de forma lógica porque, pelo que vejo nas participações aqui deixadas, muito mais gente do que eu está insatisfeita.
Apenas mais um comentário: é realmente uma pena que muitos que querem deixar a sua opinião o faça no anonimato. A época de ter medo de se expressar já passou neste páis, graças a Deus!

Anônimo disse...

Glayton, acho que você está sendo um pouco radical em seus argumentos. Não estou falando de 4 mil empregos ilícitos nem criminosos. Há que se admitir que esse é um dos pontos positivos da festa e de grande benefício para a cidade. Também não sou defensor fervoroso da Oktoberfest, e muito me desagradam certos comportamentos de alguns foliões. Não freqüento, fecho um olho e procuro não me incomodar. Afinal, vivemos em sociedade, devemos pensar no bem comum, e como já disse, um pouco menos em nossos umbigos. No geral, a cidade mais ganha do que perde.