terça-feira, janeiro 20, 2009

CHUVA E POLÍTICA

NA CAPITAL FEDERAL
O prefeito João Paulo Kleinübing reúne-se nesta quarta-feira pela manhã com o ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Patrus Ananias. Ele vai pedir agilidade na liberação de recursos para a manutenção de moradias provisórias para os desabrigados. Ele vai acompanhado do secretário de Assistência Social, Mário Hildebrandt.

PROTESTO
E o "Movimento dos Atingidos pelo Desastre" está lançando uma carta aberta à imprensa criticando ações que estão sendo desenvolvidas em prol da recuperação da cidade, principalmente no que diz respeito a situação das pessoas que vivem em abrigos. O "movimento" fará uma manifestação quinta-feira, às 14 horas, em frente à Prefeitura.

OMISSÃO
Segundo o texto, a mobilização conta com o apoio dos Movimentos Sociais e Fórum dos Trabalhadores, que diga-se de passagem não ouvi falar nada das atividades desenvolvidas por eles durante os primeiros dias da catástrofe.

VIÉS POLÍTICO
Achei a manifestação confusa e ideologizada. É certo que existem muitos problemas e não poderia deixar de ser diferente. A pressão é legítima, mas a politização do processo não. Pelo menos é assim que encaro o "movimento". De qualquer forma reproduzo na íntegra o texto:

MOVIMENTO DOS ATINGIDOS PELO DESASTRE
CARTA ABERTA
Ao povo de Blumenau,
Ao Prefeito da cidade, João Paulo,
Ao governador de Santa Catarina, Luiz Henrique e
Ao Presidente Lula.

Somos o Movimento dos Atingidos pelo Desastre da cidade de Blumenau, coordenado por desabrigados e desalojados. Contamos com o apoio do Fórum dos Movimentos Sociais e Fórum dos Trabalhadores de Blumenau.

Hoje, passados quase três meses do desastre que se abateu sobre nossa região, ainda vivemos em situação precária. Continuamos sem moradia, alojados em abrigos, em casas de parentes ou amigos e, infelizmente, ainda sem perspectiva de ver resolvida nossa situação.

Nos abrigos, estamos submetidos a situações humilhantes. Nossos direitos fundamentais são violados quando, por exemplo:

· Somos proibidos de realizar nossas reuniões e, que para realizar qualquer atividade é exigida autorização da SEMASCRI (Secretaria Municipal da Assistência Social);
· Somos permanentemente ameaçados de expulsão do abrigo e de demissão dos nossos empregos. Valem-se da presença de militares para aumentar a intimidação.Agora querem nos transferir para abrigos provisórios sem nos dar informações elementares como localização, capacidade de pessoas, segurança, respeito à privacidade familiar, tempo de permanência, etc. Não aceitamos esta transferência para os abrigos provisórios sem garantia de moradia com prazo e projetos que atendam nossas reivindicações.

Pela imprensa, acompanhamos as inúmeras reuniões e atividades de empresários com o governador e o prefeito, onde são oferecidos incentivos e isenções fiscais enquanto parte de nós “desalojados” só resta o "auxílio-reação".

Os recursos das doações, que deveriam ser destinados a resolver nosso problema de moradia estão servindo para aumentar a especulação imobiliária. Isso porque o dinheiro é usado para pagar aluguel de casas e não para a construção das moradias destruídas pelas chuvas.

Nesse ato público, estamos nos dirigindo ao prefeito João Paulo, ao governador do estado Luis Henrique e ao presidente Lula para apresentar nossas reivindicações. Cada um deles tem poder de decidir e responsabilidade nessa situação.

O Movimento dos Atingidos pelo Desastre exige:

· Imediata reconstrução gratuita das moradias e definição de prazo para que todos os desabrigados tenham as suas moradias.
· Os Abrigos Provisórios devem ser construídos em localização adequada, com segurança, respeito à privacidade familiar e conforto adequado.
· Participação dos desabrigados nas decisões e definição do tempo de permanência nos abrigos provisórios.
· Imediato parecer da Defesa Civil nas áreas que ainda não foram vistoriadas!
· Direito de reunião! Direito de ir e vir! Fim imediato das perseguições e ameaças nos abrigos!
· Respeito às famílias nos abrigos e direito de privacidade!
· Acesso às informações de recursos das doações e sua destinação final.
· Acesso e discussão pública sobre os projetos e propostas em tramitação.
· Não demissão e repressão no ambiente de trabalho!
· Reconhecimento do Movimento dos Atingidos pelo Desastre como legítimo representante de todos os desabrigados e atingidos!Sem o atendimento destas condições nós desabrigados não aceitamos deixar os atuais abrigos.

Reivindicamos, de imediato, audiência com o Sr. Prefeito Municipal para entregar nossa pauta de exigências e definir compromissos claros e públicos sobre a forma de encaminhá-la.

Nosso sincero agradecimento a todos pelas doações e a solidariedade e pedimos seu apoio e participação em defesa dos direitos dos atingidos e na reconstrução de parte do que perdemos.

ATO PÚBLICO
Data: 22 de janeiro (quinta-feira)
Horário: Concentração às 14 Horas.
Local: Em frente à Prefeitura (Figueira)Blumenau, janeiro de 2009.

26 comentários:

Anônimo disse...

ha ha ha ... desabrigados ???

Adriano disse...

Cuidado! Essa massa de gente aflita, anciosa e temerosa por seu futuro é facilmente manipulável. Tanto o prefeito, o governador e o presidente tem interesse em atender as mazelas do povo, seja por motivação humana (e isso todos nós temos), seja por interesse político.
O prefeito João Paulo foi eleito por uma esmagadora diferença de votos. Tem a confiança, democraticamente delegada pelos blumenauenses. Fé no povo!
www.adrianomendes.com

Comandante disse...

Sobre a carta manifesto, gostaria de comentar alguns pontos:

“Somos permanentemente ameaçados de expulsão do abrigo e de demissão dos nossos empregos”
1) Para a coordenação chegar ao ponto de ameaçar expulsar alguém dos abrigos, fico imaginando o que essa pessoa não estaria aprontando... Tenha dó! As pessoas não estão ali porque querem, não posso acreditar numa coisa dessas.

Quanto a ser demitido do seu emprego... o que o abrigo tem haver c/ empresa que a pessoa trabalha? Capaz que a coordenação do abrigo vai mandar a empresa despedir uma pessoa... ainda mais sem ter casa p/ morar e c/ família p/ sustentar.

2) “Valem-se da presença de militares para aumentar a intimidação”
A presença dos militares é p/ manter a ordem e a segurança. Estão errados? Querem transformar o abrigo na casa da mãe Joana?

Vivem crianças ali, tem que ter controle de entrada e saída, ter um horário p/ dormir (apagar as luzes). É chato? Pode ser. Mas não vejo outra forma de controlar as coisas.

Fica difícil de acreditar que não tenha a velha oposição política por trás disso. Usando a “bola da vez” p/ tumultuar e constranger a situação de pessoas tão sofridas.

Será que alguém realmente acredita que o prefeito, governador ou presidente (independente do partido que estivesse no poder) estivesse fazendo corpo mole p/ resolver esse caos que se abateu sobre a nossa cidade?

Que político quer ter desabrigados vivendo em alojamentos na sua memória de mandato?

Concordo com o blogueiro perguntar onde estavam os Movimentos Sociais e Fórum dos Trabalhadores na hora de realmente botar a mão na massa e ajudar quem precisava?

Por que não fizeram manifestação p/ ajudar a descarregar as carretas de mantimentos, no Parque Vila Germânica?

Por que não organizam recreações com as crianças nos abrigos?

Por que não organiza um misero mutirão p/ ajudar na limpeza de alguma rua atingida?

Tem coisas que só acontece em Blumenau mesmo...

Anônimo disse...

Jose Garcia, Alexandre.

Liga pro Jose Garcia.

Isso tem cara de Jose Garcia.

Se o Vanderlei nao aparecer, é pra despistar...

Anônimo disse...

É lamentavel esses manifestos politicos.

Anônimo disse...

E porque os abrigados não fazem um manifesto, uma concentração para pedir que quem está, lá, sem fazer nada, ajude os que trabalham? Pedir que todos colaborem na hora de cozinhar, lavar, limpar o local onde eles vivem?
Reclamar que a ajuda não é suficiente é bastante fácil!

Elimar Russi Filho disse...

Esclarecimento.

Pessoal, acho prudente esclarecer o que está ocorrendo. Como este espaço é frequentado por pessoas com bandeira partidária, é normal se desconfiar de tudo o que acontece.

Esse movimento não tem bandeira partidária, tenho acompanhado relativamente de perto, e na medida do possível inclusive colaborado. E mesmo não acompanhando com tanto afinco, conheço as valorozas pessoas que estão dedicando seu tempo (sem interesses e remuneração), voluntáriamente para ajudar essa gente que não tem a quem recorrer, que têm suas vozes ecoando ao vazio.

Muito pelo contrário, esse movimento busca justamente que os desabrigados e desalojados não sofram com o jogo de interesse dos Partidos políticos.

Prova disto é que, o Fórum dos Movimentos Sociais, e o Fórum do Trabalhadores de Blumenau, está apoiando o movimento, que é dos desalojados e dos desabrigados. E esses fóruns não admitem bandeiras políticas.

Junto com os Fóruns, várias pessoas conceituadíssimas do meio acadêmico, e líderes de movimentos sociais e sindicais diversos, com sua imagem inabalada (ou suja) por Partidos, também estão auxiliando o movimento.

Este movimento está baseado na realidade, na realidade dos abrigos, das situações dos desabrigados e desalojados, e principalmente sobre estudos e análises criteriosas, amplamente debatidas; ao contrário do que ocorre nas instituições formais dos governos das três esféras, que estão num verdadeiro "cabo de guerra", onde poderes municipal, regional, estadual e nacional, querem levar os méritos, mas empurram atribuições para os outros poderes.

A prova de que não há partidos por trás, é que as cobranças são ao prefeito, ao governador e ao presidente, que juntos, estão coligados com todos os partidos, pelo menos com os maiores, logo, então, que partido ou partidos teriam interesse nesse movimento? Parem para pensar um pouco.

Quanto a afirmativas feitas nos comentários que me precederam, por favor gente, quem que gostaría de estar em um abrigo? Onde se fica privado de tudo? Quem gostaría de estar jogado em um lugar, que perdeu tudo, que não sabe o dia de amanhã. Por favor, deixem de utilizar um movimento puro para atacar seu inimigo ideológico, partidário ou sei lá o que.

Deixa essa gente poder lutar pelos seus direitos.

Se não concordam, ou não querem colocaborar, tudo bem, mas então não atrapalhem.

Outra coisa, os Movimentos estavam na ativa sim durante e após a calamidade, quer seja por componentes atingidos, quer seja sendo voluntários, angariando doações, e ajudando em tudo que é possível.

Mas não se sabe disso porque? Tem duas razões básicas:

1. Os membros desses movimentos, como não têm intenções eleitorais, não precisam ficar gritando aos quatro cantos seus atos, pois não buscam a auto-promoção;

2. A razão mais importante, você não vê em lugar nenhum, porque a imprensa tradiocional não dá espaço para esses movimentos, por isso ele recorre a espaços democráticos como esse.

É interessante também, as pessoas que aqui se manifestam, se identificarem, pois poderia convidá-los para acompanhar de perto a situação dessas pessoas, o esse movimento que está em questão, pois ao contrário das "reuniões administrativas" que as esféras públicas promovem, os debates e reuniões do movimento são abertas.

Dúvidas, podem me contactar!

Atenciosamente;

Elimar Russi Filho
Analista de Sistemas
elimar.filho@gmail.com

Anônimo disse...

Elimar Russi nao foi candidato a alguma coisa?

Sr. Elimar poderia nos fazer o grande favor de informar qual a composicao das diretorias desses movimentos, suas datas de fundacao e os nomes consantes das atas.

Anônimo disse...

Elimar Russi nao foi candidato a alguma coisa?

Sr. Elimar poderia nos fazer o grande favor de informar qual a composicao das diretorias desses movimentos, suas datas de fundacao e os nomes consantes das atas.

Anônimo disse...

Ninguem gostaria de estar jogado num abrigo, com certeza. Todos que estão lá merecem dignidade, mas acredito que também precisam se ajudar, colaborar com todos. O que se vê, após o trauma inicial, são pessoas sentadas a espera de uma casa, de comida, de roupas, de alguém para cozinhas, limpar....
Todos nós lutamos para conseguir o que consguimos e continuamos lutando por uma vida melhor. Não sei porque nos abrigos acontece diferente. Será que a casa que essas pessoas tinham antes havia sido doada pela Prefeitura, Estado, Governo Federal? Ou talvez foi algum desses órgãos que pediram para as pessoas construirem em area de risco?

Anônimo disse...

O ELIMAR FOI CANDIDATO NA COLIGAÇÃO QUE APOIOU O DL.. PT. ESCUTA, MEU AMIGO, FÓRUM SOCIAIS SEM INTERESSES POLÍTICOS? NÃO POSSO ACREDITAR MAIS NISSO DEPOIS QUE VI OS PRESIDENTES DOS SINDICATOS DOS TRABALHADORES TÊXTEIS E DOS BANCÁRIOS APARECENDO NO PROGRAMA ELEITORAL DO DL, PEDINDO VOTOS.

Comandante disse...

Caro Sr. Eliomar Russi!


Não me venha falar em interesse político, quando o senhor pergunta: "quem tem interesse político nessa muvuca que estão organizando"?

Respondo: o senhor mesmo!

O senhor tem a cara de pau de dizer que não existe politicagem por trás dessa manobra que estão fazendo c/ os desabrigados.

O senhor não foi candidato a vereador na ultima eleição? E obteve, o expressivo resultado, de 178 votos?

SC BLUMENAU Vereador ELIMAR RUSSI FILHO 12012 PDT Suplente 178

http://www.justicaeleitoral.gov.br/internet/eleicoes/estatistica2008/est_result/resultadoEleicao.htm

Tenha dó meu caro! Tens mta cara de pau.

Achas que vais mudar esse resultado eleitoral berrando debaixo da figueira? Expondo ao ridículo crianças e famílias desabrigadas?

Ao Sr. Eliomar, seu fórum dos movimentos absurdos e o fórum dos trabalhadores grevistas eternamentes descontentes com os patrões, um conselho!

Vão trabalhar!

Comandante disse...

PS: link p/ o STE
http://www.justicaeleitoral.gov.br/
internet/eleicoes/estatistica2008
/est_result/resultadoEleicao.htm

Anônimo disse...

Pessoal acho que esse Elimar Russi é meio gayzão.

Sugiro que ele monte tambem o Forum Social dos Presidiários, onde os presos em regime sem aberto teriam o direito de comer o cu dele.

Anônimo disse...

Comandante!!! Pede pra sair. Pede pra sair.

Anônimo disse...

Tenho a solução para o BUNKER!!! Façam como fazia o mestre. Fecha tudo e liga o gas. Coisa de meia hora, coloca os caminhões e apanha os agonizantes, despeja em um dos morros, que a chuva bota a terra por cima.

Se não me engano, os que se encontram nos abrigos eram moradores, pagavam IPTU, tinham direitos e deveres. Agora tem deveres...tem de arrumar e fazer...Vamos fazer o seguinte, recoloca a casinha deles onde era, com as coisinhas dentro e manda els para casa.

Nenhum deles pegou LEPTOSPIROSE.

Anônimo disse...

ahhh simm e qual foi o elimar que apoio JPk? O Elimar foi da chapa de JPK...eita burro

Isento disse...

Depois de ler tudo isso (até agora), sugiro que volte e leia novamente a nota do Alexandre - ela está completa e correta. E pra você Elimar: bem que poderias ter ficado quieto, se vc enganou 178 na última eleição, acho que hoje não engana mais nem 50. Mas podes reverter, pegue uma pá e vá trabalhar, pois essa maldita tragédia ainda não terminou, ainda tem morro descendo...

Anônimo disse...

Isso aqui tá parecendo um galnheiro. Tem merda pra tudo o quento é lado.


Muito divertido. Gostei da zoeira.

Elimar Russi Filho disse...

Seria cômico se não fosse trágico.

Só anônimos "tentar" me denegrir.

Alguns veem até com homofobia, alguns dizem que apoiei "A" ou "B" nas eleições, mas o mais interessante que não tem coragem de se identificarem como eu SEMPRE o faço quando exponho minha opiniões.

Estes mesmos que criticam são os que têm medo das manifestações do povo, têm medo que o povo pense e reinvindiquem.

Como não sei quem são, só me resta deduzir... TEM MEDO DE PERDER A "TETA".

E eu encerro por aqui, não me rebaixo ao mesmo nível, podem continuar com suas alucinações.

Anônimo disse...

E não se espantem com a tal "multidão' prometida pelo tal movimento dos atingidos pelas cheias. Como o Sindicato dos trabalhadores têxteis mais uma vez está metido nisso, outra infeliz estratégia deverá ser montada. Os ditos desabrigados poderão ser, na verdade, os sem-terra, sem isso ou aquilo, coisa que a anta da presidente do maio sindicato do setor da América do Sul, continua a fazer. Burrice atrás da outra. A continuar "administrando" desse jeito a entidade sindical a reboque de interesses políticos, não dura muito no poder. Já é grande a batalha intestina no sindicato. E o mandato nem chegou à metade...

Sebastião disse...

ELIMAR, muito engraçado você dizer essa frase:

Como não sei quem são, só me resta deduzir... TEM MEDO DE PERDER A "TETA".




talvez sua revolta seja justamente por falta de teta para você e sua família ...


Pensem nisso pessoal

Anônimo disse...

Assacam mentiras contra mim.... Na sou homofóbico.

Pelo contrário, apóio integralmente o fato de Elimar Russi ser viado e torço para que ele seja feliz chupando o pau dos presidiários, sem terra, sem tetos, etc

Anônimo disse...

Vcs são uns ridiculos hipocritas, reacionários! São contra o movimento, pois garanto que suas casas estao em pé! Imaginem a situação de quem esta em um abrigo neste momento...Pensem bem. amanha ou depois a casa de vcs podem cair tbm! E ai??? E se mandarem vcs pra um abrigo sem dizer por quanto tempo ficarão lá? Vcs nao iam se revoltar?
Elimar está de parabens pelo apoio e pelo esclarecimento, mesmo nao devendo.Pois já que o prefeito não esclarece nada pra ninguem, quem somos nós pra ter que explicar pra uma porrada de ignorantes o que acontece realmente, não é?
È dificil explicar essas coisas, e esse tipo de gente, que só vai entender se um dia ficar na mesma situção. Não desejo isso a ninguem! mas... é isso mesmo que acontece.Pelo pouco que conheço o forum dos trabalhadores e forum dos movimentos sociais é um movimento sério! Ninguem reivindica as coisas , a nao ser que tem direito! Essas pessoas reconhecem seus direitos e foram a luta! Ao contrario de muitos que sabem de seus direitos, mas por medo não colocam a cara na rua, não vão a luta! Reclamam mas ficam de braços cruzados.
Viva a luta! Pois só ela garante conquistas! Viva o MAD!

Anônimo disse...

Ao Comandante:
Onde estava o MST, os movimentos sociais e movimento dos trabalhadores? Quando a tragedia aconteceu?
--------------
É complicado, quando tem greve e o MST vem apoiar, é pq são um bando de vagabundos baderneiros não é assim q a maioria fala!?! O prefeito é bom né?
Ai quando acontece uma coisa como estas que aconteceu aqui em Blumenau, e o prefeito pouco fez, ai o MST serve pra algo, ai eles deixam de ser os vagabundos, baderneiros não é???
Engraçado! Vc já parou pra pensar que muitos dos participantes do forum, podem ter sido atingidos pela tragedia tbm? Que no momento não podiam ajudar outras pessoas pq tbm precisavam de ajuda? É claro que o prefeito nao fez corpo mole. Com a grana que está entando na prefeitura ele ficou é feliz com tudo isso! Ai ele ajuda algumas pessoas com o dinheiro de doações, desvia a metade deste e ainda se passa por bonzinho. Claro que ele nao tá fazendo corpo mole! Abra os olhos e a mente, pare de acreditar em tudo que passa na TV. Seja um pouco mais critico em relação ao que vc ouve por ai!
Ah é vc tem razão em uma coisa: tem coisa que só acontece em blumenau mesmo, idiotas como vc só se encontram em blumenau mesmo!

Anônimo disse...

Milho aos Pombos
(Zé Geraldo)

Enquanto esses "comandantes" loucos
ficam por aí queimando pestanas
organizando suas batalhas
Os guerrilheiros nas alcovas
preparando na surdina
suas bombas e suas mortalhas
A cada conflito mais escombros

Isso tudo acontecendo
e eu aqui na praça
dando milho aos pombos

Entra ano, sai ano, cada vez
fica mais difícil o pão, o arroz,
o feijão, o aluguel
Uma nova corrida do ouro
o homem comprando da sociedade o seu papel
Quando mais alto o cargo maior o rombo

Isso tudo acontecendo
e eu aqui na praça
dando milho aos pombos

Eu dando milho aos pombos
no frio desse chão
Eu sei tanto quanto eles
se bater asas mais alto
voam como gavião
Tiro ao homem
Tiro ao pombo
Quanto mais alto voam
maior o tombo

Eu já nem sei o que mata mais
Se o trânsito, a fome ou a guerra
Se chega alguém querendo consertar
vem logo a ordem de cima
Pega esse idiota e enterra
Todo mundo querendo descobrir
seu ovo de Colombo

Isso tudo acontecendo
e eu aqui na praça
dando milho aos pombos