segunda-feira, fevereiro 16, 2009

TRANSPORTE COLETIVO

FILA
Mais de mil pessoas fizeram fila hoje no térreo do shopping Neumarkt, onde funciona a Central de Atendimento do Consórcio Siga. Eram usuários querendo adiar temporariamente os reflexos do aumento na tarifa do transporte coletivo, marcado para amanhã. Quem conseguiu carregar o cartão garante a tarifa atual pelo menos até o dia 16 de abril.

CARO
A repórter Angélica Sattler fez a conta: com a nova tarifa, o usuário que andar de ônibus duas vezes ao dia durante 20 dias, desembolsará R$ 92, 00, ou seja, o equivalente a 20% do novo salário mínimo, R$ 465.

6 comentários:

Anônimo disse...

JPK permite que Blumenau tenha a passagem de ônibus mais cara do Estado. São os reflexos da reeleição de quem não tem nada a perder. Basta a população reclamar, reclamar e aceitar, nada mais !

Anônimo disse...

Celio Dias na URB (piada) o cara fez concurso para motorista da Câmara, ficou 82 lugar e foi reprovado. Teve os direito políticos cassados, não é dono de um botão e vira secretário, (piada).

Anônimo disse...

Célio Dias entende de urbanismo, asfalto, calçamento?

Anônimo disse...

Célio Dias entende de urbanismo, asfalto, calçamento?

Anônimo disse...

Acha o transporte público de Blumenau caro e ruim? vai andar em Florianópolis, Itajaí ou Joinville. Além do mais, nos outros municípios a passagem "ainda" não aumentou este ano, mas vai aumentar. Aqui é ruim mas nas demais cidades é pior.

Elimar Russi Filho disse...

Antigamente o transporte coletivo era o mais em conta e o mais popular.

Durante muito tempo e até a pouco, era mais barato comprar uma moto do que andar de ônibus (não esqueçamos o aumento desenfreado de acidentes por motivo de "pilotos" de moto sem experiência, que buscam apenas a economia).

Agora, dependendo do trecho percorrido e do consumo do automóvel, está sendo mais barato ir trabalhar de carro.

E ainda a prefeitura, seterb e o consórcio siga alegam, entre outros motivos, que a passagem aumenta justamente pela diminuição dos passageiros.

E aí? Aumentar mais a passagem vai trazer de volta os passageiros?