quarta-feira, junho 04, 2008

POLÍCIA MILITAR

INEXPRESSIVO
Um ano e dois meses depois de ser criado, acontece a primeira troca de comando da 7ª Região da Polícia Militar no final da tarde de quinta-feira. A unidade foi criada originalmente com o nome de Comando de Policiamento do Médio e Alto Vale do Itajaí. Alguém sabe o quê, de concreto, este Comando fez pela região?

COMPOSITOR
O Coronel Antônio Manoel Machado assume o lugar do também coronel João Galdino de Campos Filho, que assume a Corregedoria da PM em Florianópolis. Para dizer que o trabalho do coronel Galdino não deixou marcas na cidade, ele vai ficar marcado como o autor do hino do 10º BPM. Pelo menos.

DESCENDO DO MURO
A minha crítica é que nada de prático aconteceu com a vinda desta unidade. E o que é pior: quem tinha por obrigação de prestar informações à comunidade, como no caso do coronel Galdino, sentava em cima delas. A PM de Blumenau tem que saber que quando passa uma informação à imprensa, presta um serviço à sociedade que paga o salário dos policiais militares.

Um comentário:

Tobias Mathies - Assessor de Comunicação da secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional de Blumenau disse...

O 7º Comando da Polícia Militar em Blumenau é um órgão essencialmente administrativo, que coordena a atuação dos batalhões dos municípios entre Brusque e Rio do Sul.

Dentre as atribuições destaco a agilidade na remoção de pessoal nas operações especiais, como é caso da Oktoberfest, por exemplo. Uma outra função desta estrutura é conceder aumento de patentes aos policiais, além de, organizar a atuação dos programas dos batalhões e manter um contato direto com o Comando-geral, em Florianópolis.

Não é função do comando regional discutir, efetivamente, políticas públicas para o policiamento. Esta atribuição é específica da secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa do Cidadão.

As questões práticas, na execução das políticas públicas, cabem ao batalhão. Toda a parte operacional está sob o comando do batalhão.

Por isso, tenho certeza, que a vinda de um comando regional mudou muito o trabalho da PM. Só em falar da desburocratização do processo já resolvemos grande parte dos problemas. Hoje, as questões operacionais e administrativas são resolvidas em Blumenau. E, as políticas de atuação, em Florianópolis, na secretaria setorial.