quarta-feira, julho 30, 2008

JUSTIÇA ELEITORAL

RECORDISTA
Na última semana postei uma informação sobre um convite para um evento do candidato a vereador Fábio Fiedler enviado pelo Orkut de um simpatizante, que acabou sendo o recordista de comentários desde a criação do blog, oito no total. A minha intenção era provocar o debate sobre a utilização das ferramentas da Internet na campanha eleitoral, uma situação ainda nova no Brasil e que por isto mesmo gera dúvidas.

DIREITO INDIVIDUAL
Naquela oportunidade defendi que não havia nada demais e que deveria ser respeitado o direito das pessoas de se manifestar em um espaço que é de sua esfera privada. O mesmo não acontece com outro e mail que recebi que reproduzo abaixo.

INTERESSE ESCUSO
Ele veio do seguinte destinatário jornal.verdade@gmail.com, com o título Décio Inelegível. Lá está reproduzida uma página do TSE com partes alteradas pelo autor da postagem, confira.

















CRIME
Não conheço o destinatário e para mim isto sim configura crime eleitoral. A pessoa que mandou manipulou uma informação oficial com interesse de prejudicar uma candidatura. Com a palavra a Justiça Eleitoral

3 comentários:

fabioricardo disse...

concordo que isto deve ser considerado crime eleitoral, se foi feito por um dos outros candidatos. covardia escondida atras do anonimato, que em nada ajuda na democracia.

ARTILHEIRO disse...

A explicação da inelegibilidade talvez esteja ligada ao fato reportado no jornal Folha de Blumenau (http://www.folhadeblumenau.com.br/novosite/noticia.php?noticia=4130). Não justifica, entretanto, o anonimato do remetente, mas é um fato exposto no site do TSE, público, e acredito ser permitido divulgar qualquer dado ali contido pois são pessoas candidatas a cargos públicos. Concordo com o articulista deste blog sobre a manipulação com as alterações postadas pelo remetente. Se merecemos ou não, nós decidiremos. Não acredito na impugnação da candidatura, e aprovada fico curioso em saber se o remetente anônimo cuidará de notificar todos os seus destinatários da decisão contraria ao divulgado. E, finalmente, não sei se minha identificação sairá registrada corretamente, pois não estou bem familiarizado com a escolha de identidade ai embaixo, mas sou Zoltan Bergmann e no uso o apelido de Artilheiro, aquele que chutou na trave!

ARTILHEIRO disse...

Deu certo!!!