quarta-feira, setembro 03, 2008

ELEIORIAIS

OS CANDIDATOS E O EMPRESARIADO
A Acib, em parceria com as entidades patronais, promove na próxima terça-feira um evento com os candidatos Décio Lima e João Paulo Kleinübing. Eles terão trinta minutos para fazer uso da palavra e depois responderão a perguntas dos presentes. Será no hotel Himmelblau, às 19h30.

SÓ OS DA FRENTE
O critério de seleção dos candidatos, segundo o presidente da associação empresarial Ricardo Stodieck, foi a colocação dos mesmos nas pesquisas. Vai arranjar para a cabeça. Quero ver a posição do Ivan Naatz.

3 comentários:

Anônimo disse...

Realmente é absurda a tratativa totalmente fora do contexto democrático que a ACIB está realizando, esquecendo olimpicamente que Blumenau está entrando para a história nesta eleiçãod e dois turnos e que os demais candidatos estão demonstrando o senso se cidadania ao colocarem-se à disposição dos eleitores e da própria cidade ante aos seus mais perenes problemas. Em Florianópolis, Joinville, Jaraguá do Sul , Criciúma, pelo que sei, todas as Associações Comerciais utilizaram um critéiro mais justo e democrático, dando condições na forma prescrita em lei para que aqueles que detém pelo menos 1% de intenções d evoto o direito de expor suas propostas. Ainda mais quando se fala em "setor produtivo", classe patronal que deveria ter a sensibilidade de se pautar na captação das ideías de forma coletiva até para que no segundo momento (segundto turno) vir a formular propostas que contemplem o programa de outros candidatos que não foram escolhidos nas urnas para a próxima eleição. Perde a história de Blumenau, perde a democracia, é no mínimo lamentável esta atitude que foge dos padrões adotados até aqui em nosso país, nosso estado e em diversas cidades de destaque no cenário de Santa Catarina, a pergunta é, se as pesquisas não fecharem com a decisão do eleitorado e o próximo candidato estiver fora do arco feito por alguns empresários de Blumenau? De ceto sequer uma vírgula de compromissos o dito "setor produtivo" poderá cobrar. Bom analisando o aspecto jurídico o evento da Acib poderá dar mais trabalho ao juiz e o promotor eleitoral. A atitude da Acib não é nem um pouco inteligente e sequer democrática, por exemplo, Ivan Naatz é deputado estadual e independente do resultado eleitoral estara altamente credenciado a uma vaga em 2010 e se ainda não bastasse 4 anos passam muito rapidamente, logo, quem perde as eleições hoje pode vencê-las amanhã. Por fim, é importante relembrar a alguns empresários que os atuais governadores: Ieda Crusius (RS) e Jackson Wagner (BA) venceram as eleições de 2006 saindo nas pesquisas com índices inferiores ao que detém o candidato Ivan Naatz.
LAMENTÁVEL!!!!

Anônimo disse...

Alexandre o título é pegadinha - ELEIORIAIS - ou foi a pressa de postar?

PSOL disse...

Primeiramente que essas pesquisas feitas estão fora de metodologias confiaveis, validades e representatividade no que tange a uma pluralidade de paridade e eficácia necessária a uma pesquisa.

Segundo que a lei garante participação a partir de número mínimo de deputados e não podemos no meio do jogo criar novos critérios, posso dizer com certeza que essa mesma manobra aconteceu no sindicato dos servidores, e agora o patronal pela ACIB.

Querem mostrar para comunidade Blumenauense uma bipolaridade,
falsa e patrimonialistica, clientelistica e pior ainda viciada.

Osní Vagner