quinta-feira, outubro 30, 2008

JORNALISMO

BATE-PAPO
Na noite dessa quarta-feira participei de uma mesa redonda da disciplina de jornalismo on line do curso do Ibes, junto com os jornalistas Fábio Ricardo e Thiago Floriano. O tema foi blogs. Na "platéia", como estudantes, blogueiros que se destacam na cidade, como o Fabrício Wolff e o Henrique Zanotto, além da Deise, que montou junto com outras colegas de faculdade um blog bem interessante que percebe o erotismo pelo olhar feminino.

TEMAS
A conversa foi mediada pelo professor Airton, que buscava pontuar as falas apresentando números de pesquisas que retratam o perfil dos blogs e blogueiros no mundo. Eu estou fora da maioria dos perfis, que mostra que o pessoal mais novo é que se utiliza mais desta ferramenta. O papo transitou sobre a independência do blogueiro-jornalista, a relação com os internautas e o até o narcisismo do dono da página. E muitos outros temas. Foi bem legal.

SEM VOLTA
O processo é irreversível, principalmente para aqueles que trabalham em comunicação. Eu, quando cursei jornalismo no final da década de 1980, tive aula de introdução a telemática. Foi o mais perto que cheguei de um computador. A realidade hoje é bem diferente. Quem não se ligar agora corre o risco de perder o bonde do tempo.

9 comentários:

Anônimo disse...

Cada vez mais a Internet é presente, agora com NOTE do tamanho da palma da mão, comn todos os recursos.

Giovanni Ramos disse...

Parabéns ao Ibes, que discute o assunto. Eu me formei em 2006 e a universidade onde estudava proibia os alunos de acessar blogs das salas de informática.

"Se a imprensa não se renova, que morra a imprensa"

fabioricardo disse...

Prazer poder participar de uma mesa contigo, Alexandre. Achei um bate papo muito válido, e queria ver se o resultado vai vir em forma de novos (e bons) blogs dessa rapaziada que tá saindo agora da faculdade.

Daniel Costadessouza disse...

Oportuna a conversa. Teu blog é um exemplo de independência e bom uso da ferramenta para o bem da sociedade e também para a imagem da empresa onde trabalhas. Parabéns!

Tarciso Souza disse...

Posso imaginar o nível do debate. Afinal, além dos profissionais convidados, o professor Airton Almeida é, na minha opinião, um grande mestre. Meu amigo e ex-orientador de projetos experimentais em comunicação (mini tcc), o professor tem um currículo invejável – já passou por Editora Abril, assessoria de famosos -. Hoje se dedica apenas a vida acadêmica. Bem que poderiam, um dos veículos de comunicação do Estado, chamá-lo para voltar a atuar em uma empresa de jornalismo. Tenho certeza que ganharíamos todos, profissionais da área e leitores/ouvintes/ telespectadores.

Thiago Floriano disse...

Bate-papo foi interessante. Fiquei curioso pra ouvir mais a opinião dos acadêmicos sobre tudo que foi discutido. Será que eles têm uma visão diferente da nossa? Abraço.

Béio Cardoso disse...

Realmente o debate salvou a aula, ainda mais depois que fiquei três semanas sem aparecer devido aos trabalhos durante o período de oktoberfest UAHUAHAUHAUHAUH

Valeu pela visita "patrão"!
Parabéns pelo blog e
sucesso p/ todos nós!

Abraços

Airton disse...

Estimado Alexandre: mais do que agradecer a participação sua e dos colegas jornalistas Fábio Ricardo e Thiago Floriano na mesa redonda que promovemos na disciplina de jornalismo digital, que suscitou e ainda tem suscitado reflexões e conversas entre os acadêmicos, quero agradecer por sua generosa nota no blog. Penso que estas interlocuções realizadas na academia com profissionais que estão no mercado enriquecem o aprendizado, não só dos estudantes, mas também o nosso, de professores. A academia não pode e nem deve ser e ficar encastelada, por que não há sentido algum produzirmos ou tentarmos produzir conhecimento apenas para o deleite acadêmico. Este conhecimento há que ser socializado e, neste sentido, a contribuição dos colegas através de suas experiências durante a aula foi muito valiosa. Mais uma vez obrigado pela interlocução da quarta-feira e que novas venham a ocorrer em breve!
Airton Almeida - Professor do Curso de Comunicação Social - Jornalismo, IBES-SOCIESC

Fabrício disse...

A presença dos amigos lá, como debatedores, enalteceu a discussão levantada pelo prof. Airton. Nós, Alexandre, 80istas que trabalhamos com máquina de escrever e telex, até que estamos nos adaptando bem aos novos tempos, hein?!?

Grande abraço...