quarta-feira, outubro 29, 2008

GERAL

EM REDE NACIONAL
A participação da banda da Polícia Militar de São Paulo no último final de semana da Oktoberfest virou notícia nacional através da reportagem do repórter Rodrigo Vianna da Rede Record e denúncia no Ministério Público paulista. Mas a polêmica não tem relação com a nossa festa em si, mas sim com a situação do maior estado do país, que enfrenta uma greve de mais de um mês da polícia civil, inclusive com confronto com a PM, noticiado para todo o Brasil. A acusação é de que o contribuinte de São Paulo está sendo prejudicado.

11 comentários:

Anônimo disse...

Vai estourar no cara de marketing que aconselhou o comandante a manda a Banda.

Anônimo disse...

E o de blumenau, que pagou todas as despesas

Anônimo disse...

é, tb questiona-se pq eles trazem essa banda lá de SP. Santa Catarina não tem osquestras de mesmo porte??

Anônimo disse...

tem é ate muito melhor que essa!!!!! mas é bem tipico desse governo....não prestigia os profissionais de Blumenau, outro exemplo é o pessoal que decorou a Vila Germanica, todos de Porto Alegre, sera que aqui nao tem profissional competente pra fazer isso?

Anônimo disse...

acho que não...pq até o prefeito trouxeram em 2004 para Blumenau!Até concordo que nao precisa ser nascido blumenau... mas vir mororar na cidade de vocês é fundamental...aliás, até hoje não mora aí!!!vivo encontrando o João Paulo aqui na ilha!Pena dos alemãs

Anônimo disse...

Pequena dúvida, amigos: se o JPK se chamasse João Paulo da Silva, ou de Oliveira, ou ainda de Souza (sem perseguição a qualquer um destes) vcs acham que o pessoal aqui votaria com tanto entusiasmo? Poderiamos ter até uma singela ovelhinha com sobrenome alemão que se elegeria. Ou estou errado? Por favor me corrijam, porque estou começando a perceber que um nome faz muito mais por si próprio do que pelo bem comum. Vejam o caso de algum tempo atrás, onde na Bahia o nome Magalhães era sinônimo de poder eterno. Mas vale lembrar que lá isso já acabou. Agora vem o ponto onde queria chegar: será que estamos a quantos anos atrás dos baianos? Nada contra eles, aliás, parabéns à eles, que evoluíram! Então queridos, poderia ser um cidadão "importado" de qualquer canto do planeta, mas com sobrenome digamos, um pouco complicado à maioria do povão.

Anônimo disse...

SERÁ QUE A ORGANIZAÇÃO DA OKTOBERFEST TAMBÉM PAGOU AS BANDAS QUE TOCARAM NA FESTA.

OU VAI SE REPETIR O FATO DA EDIÇÃO ANTERIOR 8 MESES DEPOIS NÃO HAVIAN SIDO PAGAS......

A BANDA DO 23 BI TOCA BEM MAIS QUE ESSA DAI QUE VEIO PAPAR DINHEIRO DO CONTRIBUINTE BLUMENAUENSE.......

PERGUNTAR PRO JOSÉ SERRA SE ISTO É COISA DE POLITIQUEIRO.....

FIQUE DE OLHO NO DEM E NO PSDB.....

ELES GOVERNO PELOS SEUS P´ROPRIOS INTERESSES.....

Anônimo disse...

Caro Anônimo,

Sò não se esqueça que sua referência ao não pagamento das bandas "nos anos anteriores" referen-se ao governo do décio" que sempre foi uma vergonha nesse quesito.

E antes que alguém diga que eu não sei de nada, sempre participei de grupo folclórico, e nós passávamos pelo mesmo martírio que as bandas para receber ...

Anônimo disse...

RESPOSTA AO CARO ANÔNIMO

MEU AMIGO NÃO FOI O QUE EU PERCEBI NO ANO PASSADO, VI INTEGRANTES DE BANDAS MANIFESTANDO DE FRONTE A IGREJA DA MATRIZ NA RUA XV, POIS ME DESCULPE SE ESTOU MAL INFORMADO MAIS A 8 ANOS ATRÁS NUNCA PERCEBI MANIFESTO IGUAL, E SÓ PARA RATIFICAR ESTOU SUJEITO A ACEITAR PROVAS CONVICENTES, FAÇA O COMENTÁRIO COM O CERÉBRO NÃO COM O ESTÔMAGO.....

Marina disse...

Gostaria de saber porque esse pessoal detesta tanto a cultura germânica e continua na cidade que foi fundada por alemães.

Falam aquela "alemoada", "nazistas" e outras coisas mais.

Realmente os comentários acima devem vir de pessoas que não nasceram aqui ou que faltaram as aulas de história (do primário).

Saibam que os alemães que chegaram aqui em 1850 tiveram muito trabalho para erguer a cidade e depois que ela começou a prosperar o governo brasileiro tomou posse e o fundador teve que voltar para a Alemanha.

O mais engraçado é que esses ataques não são apenas aos alemães, se pararmos para pensar, todas as localidades que tem uma cultura forte e que tem orgulho disso, sofre algum tipo de preconceito. Vejam que o mesmo acontece com os gaúchos, que cultivam uma cultura muito forte. Por isso parem de criticar as culturas antes de conhecer suas raízes.

Anônimo disse...

Tive a "honra"de receber em minha casa, hoje, um exemplar do "Jornal" Correio Comunitário, ou seria Saletário; já que sua proprietária usa o veículo como forma de autopromoção. Em 12 pp de jornal aparecem nada mais, nada menos que 15, repito, 15 fotos da comissionada de Joãozinho mentiroso Salete Sbardelati, que não está mais no expediente do jornal, certamente para poder receber um "cascainho" da prefa. É Blumenau "forte e bonita - como a dona do jornal".