segunda-feira, novembro 17, 2008

TRANSPORTE COLETIVO

IMPASSE
Mais uma vez não houve acerto entre os trabalhadores e os empresários do transporte coletivo de Blumenau. Eles se reuniram essa manhã na Justiça do Trabalho, em Florianópolis. Ficou acertada nova reunião para a próxima segunda-feira, ainda na capital. O prazo do dissídio coletivo já está correndo.

ANDANDO NA LINHA
Enquanto isso é bom lembrar que está valendo a decisão do Tribunal Regional do Trabalho, que determina que caso os motoristas e cobradores voltem a parar, devem manter 70 % da frota circulando em horários de pico e 30% nos horários normais. Caso contrário o sindicato terá que pagar multa de R$ 20 mil por dia.

Um comentário:

Juca disse...

Ridículo!

O trabalhador tem direito de fazer greve, mas só se não atrapalhar o patrão? Se não incomodar ninguém? Então, ficarão como os trabalhadores de processamento de dados, que AINDA estão negociando a Campanha Salarial de 2007, e os patrões não estão nem aí...