sexta-feira, outubro 17, 2008

PRESÍDIO DE BLUMENAU

GUINADA
O governo do estado anuncia uma mudança profunda na política em relação ao presídio de Blumenau. No lugar de agentes prisionais de carreira e civis, coloca um oficial da Polícia Militar para administrar o local, que tem sido palco de denúncias de irregularidade e fugas constantes.

MILITAR NO COMANDO
O capitão Carlos Alberto Luvizotto, comandante do pelotão de Indaial, assume na próxima segunda-feira o cargo que já foi ocupado por outras quatro pessoas nos últimos 18 meses. Será uma experiência interessante, pois ali há uma rede promiscuidade de diferentes níveis enraizada e de difícil eliminação. A presença de um militar pode ajudar. Tomara.

CURRÍCULO
Luvizotto tem 25 anos de trabalho na PM, onde comandou os pelotões de Indaial (2004/2008) e Gaspar. É formado em Direito pela Universidade Regional de Blumenau e tem especialização em Segurança Pública, pelo Centro de Estudos Superior da Polícia Militar.

5 comentários:

Rosa disse...

Afirmar que todo o trabalho desenvolvido no Presídio Regional de Blumenau, como uma "rede de promiscuidade" é deixar claro que a imprensa local não conhece os bons trabalhos prestados pela maioria dos funcionários que exercem suas atividades naquela instituição. Generalizar atitudes ou condutas singulares é equalizar os desiguais!!!

Anônimo disse...

Se a polícia não prende é chamada de incompetente. Se prende e a justiça manda a bandidagem pra cadeia lá vem os defensores dos direitos dos criminosos. Jamais vi alguem em defesa dos direitos das vítimas que estes crimonosos deixam. Estamos realmente vivendo um tempo de inversão de valores. Agora o presidio tem que ser um hotel para dar todo conforto e regalias aos que não se comportaram como seres humanos aqui fora. Enquanto isso os cidadãos de bem,vitimas desses animais que estão aqui fora lutando e lutando a cada dia para enfrentar todas as dificuldades e ainda estar a mercê deles, com estes niguém se importa. Agora o presidio tem que se tornar um SPA para recompensar os maus elementos da sociedade por todo mal e atos perversos que causaram aos cidadãos de bem. Por que não levam eles para sua casa e tentam recuperar???. ou será apenas papo furado de falsos humanistas ?

Anônimo disse...

espero que esse capitao da pm seja feliz na sua escolha acho que não fica poruqe o estado nao da condiçoes minimas para se administrar um presidio como o de blumenau alem disso ele não convive no dia dia dele com os presos nao conhece os detentos como os agentes prisionais digo isso com profundo conhecimento de causa e por ser agente prisional e sou agente prisional com muito orgulho e não acho certo generalizar que todos os agentes são coruptos pois tem quase quarenta agentes la trabalhando e apenas tres ou quatros que sao coruptos o deap sabe quem sao mas não toma uma providencia alem disso um diretor como rivanildo de rio do sul e um chefe de segurança como cristiano que veio de itajai nao conhecem os detentos e sendo assim não conseguem desenvolver suas atividades pois os presos enrolam eles como vao enrolar esse capitão que vem ai pois a ultima fuga foi fujiram 16 mas fujiram os mesmos que estavam na outra galeria apenas dez metros de diferença do outro tunel que foi feito e frustrados pelo antigo chefe de segurança e os agentes de plantão graças as cosntantes vistorias que os agentes faziam conseguiram fustrar a fuga , mas infelizmente os dois o diretor e o chefe de segurança sabiam de tudo eram os salvadores da patria mas deixaram fugir 16 por tunel o pior que foram avisados por alguns agente e os mesmos que fizeram o tunel na outra vez passada e nao fugiram dessa vez conseguiram fazer por falta de conhecimento de quem presos eram os preso do tunel e o diretor nao fazer o incidente diciplinar da fuga .....

Anônimo disse...

Mais um novo Diretor do presídio Regional de Blumenau? Até quando o sistema prisional vai ser objeto de interesses pessoais, e ainda pios com a conivencia do DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO PENAL? Digo isto, pois como bem sabemos, todo agente público que ocupa um cargo de tamanha importancia na administração pública, primeiramente deve ter sua vida pública fundada na honestidade e correição de conduta. O novo diretor que irá tomar posse nos próximos dias ao que nos parece não se enquadra, no que acima foi descorrido, basta procurar nos registros públicos do TJ quanto à processo criminal, que lá consta nome de Carlos Alberto Luvizoto, mas questionando que conduta ilibda tem esse Sr.? Não estamos diante mão condenando ninguém,ou prejulgando esse ou aquele, mas cabe aqui uma ressalva, como ora dito, todo agente público deve ter sua vida pública pautada no principio da honestidade, da moralidade no trato da Administração Pública, quem pretende administrar uma UNIDADE PRESIONAL não pode ter qualquer suspeita pairando sobre a sua conduta e caráter, caso contrário, qual a diferença entre aqueles que estão sob custódia do Estado, os presos e o Diretor que é o representante deste "Estado"?...

Anônimo disse...

acho que no meio publico não deve existir cargos politicos começando pelo secretario de segurança e diretor do deap que não tem nada haver com segurança publica por isso tambem não competencia para escolher quem será o diretor de uma unidade prisional o mesmo pode se atribuir ao sr justiliano pedroso , por isso o sistema prisional esta em colapso , pois os orgão sao extremamente incompetentes sem falar que quem tem dinheiro no sistema prisional tem mordomia isso é fato , o poder judiciario tambem peca pois não agilisa os processos de forma correta fazendo com que muitos detentos cumpram penas a mais do que devia , tudo isso aliado a corupção e o despreparo dos orgãos estaduais e que esta levando a um só caminho revolta geral dos encarcerrados a qualquer momento sem controle e dai quem vai segurar essa bronca...